15 49.0138 8.38624 http://brasiliabrass.com arrow 0 arrow Your e-mail has been sent! A problem has occured. Please try again. NEW HOT SALE cookie-true 600
Visite nossa loja virtual! Inscrições abertas para o 2º festival de metais Festival Brasília Brass de 9 a 12 de março 2017

Artistas

Artistas

Julian LupuJulian Lupu – Nascido na Romênia, estudou trompete solo e pedagogia na “George Enescu” Academy of Music com Ioan Rusu. Participou de masterclasses e competições, sendo vencedor de prêmios da National Competition of Interpretation em 1989, 1991, 1992, como também é vencedor de competições em Constanta (Romênia) em 1992 e em Bayreuth (Alemanha) em 1990. Dono de um vasto repertório, Julian gravou obras de Dittersdorf, Haydn, Pichl, Mozart, Vivaldi e Rachmaninov. Julian Lupu já realizou performances em vários países como Itália, Romênia, França, Suíça, Alemanha, Turquia, Espanha, Japão, Inglaterra e Estados Unidos da América. Trabalhou com maestros famosos, como Vladimir Aschenazy, Neeme Järvi, Emil Tabakov, Gürer Aykal, Ion Marin, entre outros. É artista Thein, professor no Bilkent Music Department e principal trompete da Bilkent Symphony Orchestra.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                            
Paulo Veiga – Natural de Vila do Conde (1979) iniciou os seus estudos musicais aos 17 anos. Em 1998 ingressou na Associação da Banda Musical da Póvoa de Varzim, instituição que lhe proporcionou fazer da área musical a sua via profissional, sendo desde Outubro de 2013 o seu director artístico. Finalizou os Cursos Básico e Complementar de Trompete na Escola de Música da Póvoa de Varzim nas classes dos professores Manuel Nunes e Manuel Queirós. Obteve os graus de Bacharelato e Licenciatura pela Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo do Porto na classe do Professor Kevin Wauldron e o grau de Mestrado pela Universidade de Aveiro – Departamento de Comunicação e Arte, sob orientação do Professor Doutor Jorge Salgado Correia. Realizou estudos em Doutoramento na Universidade de Santiago de Compostela entre 2012 e 2014, sob orientação da Professora Catedrática Estela Lamas. Graças à contínua procura de novos paradigmas a nível da performance e da pedagogia musical, desenvolve com regularidade pesquisa sobre repertório e compositores portugueses, estando já algum desse trabalho publicado através da AVA Musical Editions. Paralelamente aos seus estudos complementou a sua formação artística frequentando masterclasses com os professores Reinhold Friedrich, Kevin Wauldron, Charles Butler, Garry Farr, António Quítalo, John Aigi Hurn, Guy Touvron, Jorge Almeida, Rex Richardson, Charles Schlueter, Robert Civiletti, Luiz Gonzalez Martí, Häkan Hardenberger, Allen Vizzutti e com o quinteto de metais Spanish Brass – Luur Metals. No âmbito do desenvolvimento de trabalho na área da direcção de orquestra de sopros, já levou a que participasse em cursos com os maestros Fernando Marinho, Paulo Martins, António Saiote, Rafael Agulló Albors e José Rafael Pascual-Vilaplana. Apresentou-se em recitais a solo, música de câmara e orquestra nas principais salas portuguesas e festivais internacionais de música, o que o levou a actuar já em vários países como Espanha, Itália, Canadá, França, Suíça, Mónaco, Bélgica, Brasil e Estados Unidos da América. Das várias formações orquestrais e de câmara que já integrou, teve a oportunidade de trabalhar sob a batuta dos reconhecidos maestros Paulo Martins, Kevin Wauldron, Jan Cober, Robertas Severnikas, António Saiote, José Rafael Pascual-Vilaplana, Cesário Costa, Alberto Roque, Osvaldo Ferreira, Yuri Nasushkin, Martin André, entre outros. É por diversas vezes convidado a participar em vários eventos juntamente com compositores portugueses, actuando na estreia das suas obras, o que já o levou a gravar para a editora Numérica e em directo para a Antena 2. O compositor Jorge Salgueiro dedicou-lhe as suas Tocatas para Trompete Solo. Desde 2006 exerce as funções de docente na Escola de Música da Póvoa de Varzim, integrando actualmente a Direcção Pedagógica deste estabelecimento de ensino. Os seus alunos são frequentemente premiados em concursos nacionais e internacionais. É director artístico do Concurso de Trompete da Póvoa de Varzim (CTPV) desde a sua criação em 2010. Paulo Veiga é artista B&S Markneukirchen Klingenthal.

BERNARDO SILVA – Licenciado em trompa pela Escola Superior de Música de Lisboa na classe de Jonathan Luxton. Estudou também com Ab Koster, Radovan Vlatkovic e Javier Bonet. Participou em masterclasses com Hermann Baumann, Ab Koster, Radovan Vlatkovic, Bruno Schneider, Javier Bonet, Stefan Dohr, Froydis Ree Wekre, Philip Myers, Fergus McWilliam, Hervé Joulain, Will Sanders, Jasper de Waal, Zdenek Tylsar, entre outros.É solista da Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música desde 2000. Como músico convidado apresentou-se com todas as principais orquestras portuguesas e com várias espanholas.

É atualmente professor na Universidade de Aveiro e na Escola Profissional de Música de Espinho. Orienta regularmente masterclasses em Portugal e Espanha. É regularmente convidado para júri de concursos nacionais e internacionais, esteve em concursos em Portugal, Espanha e Finlândia.

Apresentou-se em vários países da Europa, como solista, em música de câmara e em orquestra. Apresentou-se também como artista convidado nos 36º e 46º Simpósios da IHS, em Valência e Londres, respetivamente.

Em 2016 apresentou-se no conceituado festival de metais Lieksa Brass Week, na Finlândia, e no I Congresso Internacional de Trompa de Madrid.

É membro fundador do quarteto Trompas Lusas.

Foi premiado com o 1ºprémio no Concurso Internacional Philip Farkas organizado pela Sociedade Internacional de Trompistas em Lahti, Finlândia, em 2002. A sua discografia conta com vários trabalhos a solo, em música de câmara e como membro da Orquestra Sinfónica do Porto. Bernardo Silva toca numa trompa Dürk D3 e bocais exclusivos Romera Brass. www.jbernardosilva.com

FERNANDO DEDDOS – Paranacatarinense, é graduado em Composição e Regência pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná, mestre pela Duquesne University (EUA) e doutor em música pela Universidade da Geórgia. Deddos gravou o primeiro CD dedicado ao eufônio no Brasil e obteve premiação dupla pela Associação Internacional de Tubas e Eufônios como melhor disco e por excelência em composição (EUA 2010/Austria 2012). Como compositor, tem obras interpretadas e gravadas no Japão, EUA, América do Sul e Europa, citando nomes como Christoph Hartmann (Filarmônica de Berlim), o trio de trombones da Royal Concertgebouw Orchestra, Sergio Carolino (PT), Steven Mead (UK), Brass Hexagon (JP), James Gourlay (ES), Albert Khattar, José Milton Vieira, entre outros. Deddos é diretor artístico da Conferência Sul-Brasileira de Tubas e Eufônios e convidado frequente em grupos sinfônicos e festivais de música, citando o SESC Internacional em Pelotas, Encontro de Metais do Conservatório de Tatuí, Trombonanza (Argentina), Instituto do Eufônio/Tuba em Atlanta e a Conferência Internacional de Tubas e Eufônios (Austria 2012/ EUA 16). Além de trabalhar como pianista freelancer, seus projetos na música de câmara incluem o Duo Primo (eufônio/percussão), Duo Corpo de Lata (eufônio/saxofone), e o Duo Grego (piano/clarinete). Em 2016, Deddos assumiu o cargo de professor de tuba e eufônio da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, estreou o seu “Concerto para Eufônio e Orquestra” com a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre e tornou-se presidente da ETB – Associação de Eufônios e Tubas do Brasil. Deddos é artista Adams Instruments (Holanda).

Ximo Vicedo – Apaixonado por sua profissão e comprometido com seu trabalho, Ximo Vicedo realiza um importante trabalho tanto na área interpretativa como na área pedagógica. Ximo Vicedo é trombone solista da Orquestra Sinfônica de Radio Television Española e colabora com a Orquestra de Cadaqués e Mahler Chamber Orchestra. Como concertista, Ximo já se apresentou à frente da Orquestra Sinfónica RTVE, Joven Orquestra Nacional de España, Orchestre du Prix de CSMDP, Orquestra Albacete, Banda del CSMA, Banda Munic de Barcelona e Banda Municipal de Madri. Tem sido convidado professor por diferentes orquestras jovens espanholas e ministrando masterclasses em Portugal, Espanha, México, Itália e Colombia. De 2002 a 2013 atuou como professor do Conservatório Superior de Música de Aragón. Embora sua carreira como solista seja curta, Ximo possui um largo repertório e sua experiência profissional é admirada por muitos compositores que escrevem obras dedicadas a ele. Trabalho, esforço e talento fizeram de Ximo Vicedo digno de importantes prêmios, mas seu primeiro CD solo, “Lo Soñado”, é o auge de muitos anos de trabalho duro e dedicação, que pode ser resumido como “o som dos sonhos”. Ximo Vicedo é artista Stomvi.

Ilan Morgestern – trombonista baixo da San Antonio Symphony (Texas – EUA) e professor na University of Houston Moores School of Music, e  Texas Lutheran University School of Music.

Ilan iniciou seus estudos musicais no conservatório municipal de sua cidade natal, Rehovot, Israel, e aos 18 anos de idade cumpriu o serviço militar de Israel como trombonista e bombardinista, mais especificamente na banda das forças armadas de Israel. Ao completar o serviço militar, Ilan graduou-se pela University of Cincinati Colege-Conservatory of Music e concluiu o mestrado pela University of Michigan´s School of Music, Theatre and Dance.

Ilan foi músico titular das seguintes orquestras: Houston Grand Opera Orchestra, Jacksonville Symphony e Kansas City Symphony, e participou como músico convidado em grandes orquestras como Philadelphia Orchestra, Atlanta Symphony, Dallas Symphony, Utah Symphony, Detroit Symphony, Houston Symphony, Virginia Symphony, New Israeli Opera e Israel Philharmonic.

Como solista já se apresentou à frente da San Antonio Symphony, National Symphony Orchestra, United States “Pershing’s Own” Army Orchestra, Millenium Orchestra (Seul – Korea do Sul), Jeju Symphony Orchestra (Jeju – Korea do Sul). Ilan também ganhou vários prêmios incluindo Alessi Seminar Solo Competition, Jeju International Brass and Percussion Competition, Baur Competition, Zelmer-Minessota Orchestra Competition, Van Haney Bass Trombone Philharmonic Prize, National Solo Competition (Eastern Trombone Workshop), e ganhou também o National Orchestra’s Concerto Competition.

Ilan participou de gravações com a Philadelphia Orchestra, Atlanta Symphony, Kansas City Symphony e Cincinati Pops. It´s Alive! New Music for Bass Trombone, é o projeto do seu disco solo que conta com a colaboração do compositor Robert Denham e o pianista David Gilliand, lançado em maio de 2016 e é possível encontra-lo para compra em itsalivecd.com.

Ricardo Santos – No Brasil, Ricardo estudou com os professores Wagner Polistchuk, Darrin Milling e Gilberto Gianelli. Durante os anos de 2007 a 2009 Ricardo teve a oportunidade excursionar à Europa e aos Estados Unidos, onde teve aulas com os professores Stefan Schulz, Christoph Schwarz, Simone Candotto, Michael Junghu, e Dennis Bubert. Este último na University of Texas at Arlington. Participou de diversos festivais de musica, como o Festival de Inverno de Campos do Jordão, Festival de Música de Curitiba 1999, 2000 e 2001 e o Goethe Institut Madrid- Berlin com o Prof. Stefan Schulz em Madrid, Espanha, em 2007. Durante os anos de 2009 a 2011 Ricardo integrou grupos importantes como a Banda Sinfônica do Estado de São Paulo e a Orquestra Bachiana SESI de São Paulo. Também já participou como músico convidado da Orquestra Sinfônica da Universidade de São Paulo (OSUSP) e da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP). Atualmente integra a Orquestra Sinfônica Brasileira, sob a regência de Roberto Minczuk, além de lecionar aulas e master classes no Rio de Janeiro e em São Paulo. Juntamente com Carlos Freitas, Ricardo é um dos idealizadores do Projeto Bone Brasil. Ricardo Santos é Artista Thein Brass Instruments.

Wilthon Matos  – Iniciou seus estudos musicais aos 13 anos com o Professor Josiel Saldanha em uma das igrejas Evangélicas das Assembléia de Deus em Belém, no ano seguinte integrou a Banda de Musica da Universidade Federal do Pará Sob a regência do Prof. Biraelson Corrêa. Já em 1995 Ingressou no Conservatório Carlos Gomes na Classe do Professor Ricardo Cabrera (Colômbia).

Em 1996 participou do VI Encontro Nordestino de Metais e do I Encontro Paraense de Metais. De abril de 1998 ate dezembro de 2008, foi tubista da Orquestra Sinfônica do Thetro da Paz, da Amazônia Jazz Band em Belém – PA. Em Julho de 1999, a convite do Maestro colombiano Victor Hugo Cardenas, participou como solista da Banda Sinfônica de Tunja do XXVIII – Festival Internacional de La Cultura de Boyacá (Colômbia).

Em outubro de 1999, participou do III Festival de Musica de Câmara da Paraíba, na classe do profº Valmir Vieira. Em 29 de novembro a 1 de Dezembro de 1999, participou dos Novos Talentos Brasileiros no Rio de Janeiro pela Orquestra Sinfônica Brasileira, em que foi premiado com o Prêmio Revelação, Melhor Jovem Tubista Brasileiro e em 4º Lugar no concurso.

Em 2001 ficou como semi-finalista da Internacional Tuba e Eufônio Competição na “Lieska Internacional Tuba end Euphonium Conference” na Sibelius Hall em Lahti, Finlândia. Participou do I, IV e V – Festival Eleazar de Carvalho nos anos de 1999, 2003 e 2004. Onde no ano de 2004 ganhou o premio “Jovem Solista Eleazar de Carvalho” solando com a orquestra do festival. Participou também do II Encontro Nacional da Associação de Tubista ATEBS na UNICAMP (SP).
Em julho 2002 a convite do Maestro André Garcia Ministrou Máster Class no I Festival de Música “Salmus”, em Macapá – AP. Em fevereiro e março de 2003, participou do convênio entre Fundação Carlos Gomes e a Universidade de Columbia – Missouri – U. S. A, com o profº Ângelo Manzo. A convite do profº participou do “GREAT PLAINS” Regional Tuba end Euphonium Conference na universidade da cidade de Kansas – Missori – U. S. A, obtendo neste; 4º lugar e menção honrosa no “student competitions”.

De 29 de Junho a 20 de julho de 2003. Participou do Festival Eleazar de Carvalho em Fortaleza-Ce, Participando do concurso ”JOVENS SOLISTAS ELEAZER DE CARVALHO” Ficando como Semi Finalista; (Promovido pela Fundação Eleazar de Carvalho).

Em fevereiro de 2000 ingressou no Bacharelado em Musica – Habilitação em Tuba, da Universidade Estadual do Pará.

Foi professor de tuba e euphonium do Instituto Estadual Carlos Gomes no período de março de 2001 até setembro de 2008. Em março de 2004 foi aprovado no concurso da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro em 1° lugar do concurso para a vaga de tuba. Em abril de 2006 foi aprovado em 2° lugar no concurso da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, onde atualmente é Tubista Solista.

BUY FOR ME

E-mail Preview

Would you please buy this awesome piece for me dear? :)

SHOP NOW

Design Options

E-mail Settings

X